Início A Rádio Notícias Conectado Descontração Contato
Marlon Silva
No Ar
Marlon Silva
Agito Legal
14:30 às 16:00
Ouça Ao Vivo Peça Sua Música
Notícia Voltar
Se você tem esses cinco hábitos no Facebook, cuidado, eles arruínam sua felicidade Se você tem esses cinco hábitos no Facebook, cuidado, eles arruínam sua felicidade

Publicado em: 09/05/2016 às 15:43h, visualizado 1096 vezes.

(Yahoo.com.br)
Aumentar fonte Diminuir fonte

Usar o Facebook pode tornar as pessoas bastante infelizes - geralmente devido à inveja, desencadeada pelas vidas "perfeitas" que vemos documentadas no feed de notícias do site.
Muitos percebem - talvez sem nenhuma surpresa - que ver os "destaques editados" da vida de outras pessoas nem sempre ajuda a "levantar o astral".
E se você costuma vigiar os perfis de seus amigos ou ex-namorados, saiba que isso pode piorar as coisas ainda mais.
Muitos hábitos aparentemente inocentes no Facebook podem prejudicar sua saúde emocional, provocar inveja, deixar você deprimida, e até mesmo estragar suas amizades da vida real.

1) Você costuma vigiar os perfis de seus amigos ou ex-namorados no Facebook?
Um estudo da Universidade de Houston descobriu que o uso do Facebook está ligado a sentimentos de depressão - e as pessoas que "espiam" os amigos, ex-namorados e familiares são as mais afetadas por esse risco.
Passar horas e horas no Facebok, de olho nos detalhes da vida de outras pessoas, pode ser bastante prejudicial para a saúde, advertem os pesquisadores.
A pesquisadora Mai-Ly Steers declarou: "Isso não significa que o Facebook cause depressão, mas que existe uma relação estreita entre passar muito tempo no Facebook - comparando-se com outros - e os sentimentos de depressão."
"A maioria de nossos amigos do Facebook tende a postar somente as coisas boas que acontecem em suas vidas, deixando de lado as coisas ruins."

2) Você simplesmente "passeia" pelo Facebook e jamais publica uma atualização?
Pessoas que se limitam a acompanhar as publicações do Facebook e passam o dia navegando pelos perfis de outros usuários se tornam invejosas, se sentem infelizes e insatisfeitas com a própria vida.
"É assim que a maioria das pessoas usa o site", alertam os pesquisadores da Universidade de Michigan.
"O Facebook afeta negativamente os sentimentos das pessoas," afirmou o líder da pesquisa, Ethan Kross.
De acordo com os pesquisadores, as pessoas que fazem postagens no Facebook e interagem com outros (ou seja, usam o site ativamente) não apresentam o mesmo declínio em seus níveis de felicidade.

3) Você sempre entra no Facebook porque tem medo de estar perdendo alguma coisa?
O medo de estar perdendo alguma coisa é um dos motivos que leva as pessoas a entrar no Facebook - e isso faz com que seja muito difícil deixar de usar o site, diz o fundador de um grupo dedicado a ajudar as pessoas a desistir do Facebook.
Merijn Straathof, fundador do 99 Days (99 dias), diz que as pessoas que participam de seu projeto - onde os usuários tentam deixar de usar o Facebook durante 99 dias - têm medo de se desligar do site, porque receiam perder algum acontecimento importante.
Mas os usuários que conseguiram ficar longe do Facebook, sentiram-se muito mais felizes, diz ele.
Straathof diz: "Muitas vezes, as pessoas descrevem a sensação de que estão perdendo alguma coisa - ou o medo da possibilidade de perder alguma coisa", diz ele.
"Muitas dessas pessoas vão dizer logo depois que deram uma espiada no Facebook e acabaram descobrindo que não tinham perdido nada."
"Nossas pesquisas mostram que a maioria das pessoas se sente um pouco mais feliz após o experimento - e 25% desistem de usar o Facebook definitivamente.

4) Você bombardeia seus amigos com notícias sobre suas realizações?
 Muitos de nós publicamos nossos pequenos sucessos no Facebook - pensando que nossos amigos vão gostar disso tanto quanto nós.
Mas, segundo os pesquisadores, esse hábito pode desgastar suas amizades da vida real.
Um estudo da Carnegie Mellon University revelou que a maioria de nós subestima o quanto as pessoas odeiam aqueles que gostam de se gabar nas redes sociais.
"Quando nos dedicamos à autopromoção, nossa tendência é superestimar a reação positiva das pessoas e subestimar suas reações negativas", afirma Irene Scopelliti da City University e autora líder do estudo.
"Esses resultados são particularmente importantes na era da Internet, quando as oportunidades de autopromoção proliferaram através das redes sociais."

5) Você se queixa das más notícias no Facebook e procura apoio?
As pessoas podem ser muito cruéis - e isso é pior no Facebook, onde compartilhar notícias negativas só vai fazer com que as pessoas evitem você, pois elas vão achar que você é "baixo astral".
Os pesquisadores da Universidade de Waterloo descobriram que as pessoas com baixa autoestima ampliam seus problemas ao visitar o Facebook, já que o site tem um aspecto de ‘compartilhamento', os usuários acabam dividindo seus problemas.
De acordo com um estudo recente, bombardear os amigos com notícias negativas faz com que eles gostem menos de você.
"Quando você está falando com alguém pessoalmente e diz algo, você pode ver se a pessoa gosta ou não do que está ouvindo, ou se ela já está cansada de ouvir a sua negatividade," diz Amanda Forest, uma estudante de pós-graduação da Universidade de Waterloo.
 "No Facebook, você não consegue ver a maioria das reações."


Publicidade
© Copyright 2010 - 2019. :::: Rádio Serrote FM 105,9 - Serrolândia - BA :::: Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: SAOL - Sistema de Administração Online